PUB.

Ferraris invadiram a cidade de Bragança

PUB.

Seg, 16/09/2019 - 19:12


A cidade de Bragança recebeu, pela primeira vez, no sábado, 21 Ferraris no I Circuito Citadino Maranello Legacy. Os automóveis topo de gama não deixaram ninguém indiferente.

Foi um desfile de uma das mais luxuosas marcas de automóveis. Bragança parou para ver e apreciar 21 modelos da icónica marca de Maranello.

O Maranello Legacy assume-se como o maior grupo de proprietários Ferraris em Portugal e trouxe, pela primeira vez, à capital de distrito os associados de todo o país.

“Tratou-se de uma homenagem aos elementos do grupo de Bragança”, como destacou André Vieira, responsável pela organização, que por norma têm que se deslocar para outras localidades para participarem nestes eventos.

“A cidade de Bragança é uma das cidades mais bonitas da Europa e tem, na minha opinião, a melhor gastronomia do mundo”.

Comprar um Ferrari não está ao alcance de todas as bolsas, mas André Vieira considera que se trata de “uma questão emocional”. “Cada vez mais vemos Ferraris na estrada. A ideia de Ferrari inacessível tem vindo a ser desmistificada. No mercado secundário acabamos por encontrar carros com o mesmo valor comercial dos que por norma encontrámos na estrada”.

Mas para darmos como exemplo, o modelo 488 Pista, dos quais existem apenas sete exemplares em Portugal, sendo que dois estiveram em Bragança, o preço pode ultrapassar os 300 mil euros.

No que toca à sua performance em estrada vai dos 0 aos 100 km em apenas 2,7s e alcança uma velocidade máxima de 345 km/h.

O Circuito Citadino Maranello Legacy incluiu a exposição de vários modelos na Praça Cavaleiro de Ferreira e um circuito de exibição entre a Av. Sá Carneiro e a Av. das Forças Armadas.

O grupo Maranello Legacy tem organizado várias actividades como o maior desfile solidário de Ferraris do mundo, em Vila Nova de Gaia, ou o Rali Internacional.

 

 

Jornalista: 
Susana Madureira / Paulo Afonso