17,1% das farmácias do distrito em situação de penhora ou insolvência

Sex, 12/01/2018 - 11:22


A Associação Nacional de Farmácias emitiu um comunicado referente aos números de farmácias que passaram por uma situação de penhora ou de insolvência no ano de 2017. A Rádio Brigantia retrata a realidade dos distritos de Bragança e de Vila Real em que uma em cada cinco farmácias vive neste cenário.   

De acordo com a Associação Nacional de Farmácias, citando dados do barómetro MOPE, do Centro de Estudos de Avaliação em Saúde, o distrito de Bragança regista um número de 17,1 por cento de farmácias em situação de penhora ou em insolvência. 14, 6 % diz respeito a penhoras e 2,4% diz respeito a insolvência, dados recolhidos no relatório recebido. Estes números, de acordo com informações apuradas junto deste instituto dizem respeito a 7 farmácias. Já em Vila Real a percentagem de farmácias em situação de crise económica, sem garantias de sobrevivência é de 18,6.

Ao que foi apurado, no distrito de Bragança os valores de 2016 mantêm-se nos 17,1 %, mas o valor apresentado referente ao ano de 2015 era de 14,6 %. No distrito de Vila Real, no ano de 2016 os valores de percentagem é de 18,3%.

Foi desta forma que a crise económica influenciou, também a situação das farmácias brigantinas e vila realenses .

O barómetro MOPE é uma base de dados empresarial nacional, que fornece informação de crédito, informação de contencioso e informação económico-financeiro. O período de análise diz respeito a dezembro de 2012 e a comparação com os meses seguintes até Dezembro 2017.