PUB.

Macedo de Cavaleiros membro do Eixo Atlântico

PUB.

Ter, 19/02/2008 - 09:46


Macedo de Cavaleiros já é membro do Eixo Atlântico. A entrada deste concelho para a associação transfronteiriça é segundo o presidente da câmara Municipal, Beraldino Pinto, uma mais valia, uma vez que se integra numa rede de cidades com grande poder reivindicativo.

“A grande mais valia é passar a integrar uma rede de cidades, de cidades do norte de Portugal e da Galiza, com muito peso político, com um peso reivindicativo e fazer valer esse peso para o desenvolvimento destas duas regiões, que se constituem como uma região europeia que quer em conjunto trabalhar para o desenvolvimento”, declara o autarca macedense.

A par de Macedo de Cavaleiros foram também recentemente admitidas as candidaturas dos municípios de Lamego e Penafiel.

O Eixo Atlântico está assim composto com 34 cidades do Norte de Portugal e da Galiza.

No entanto, para fazer parte da associação é preciso ter um comportamento que se adeqúe a todo o processo. “Ter uma atitude, uma postura, uma história, um comportamento que encaixe neste processo, grandes preocupações ambientais, culturais, sociais, as dinâmicas empresarias, que é o que se procura hoje”, explica Beraldino Pinto.

O Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular foi fundado em 1992 com o objectivo de fortalecer a cooperação institucional entre cidades do Norte de Portugal e da Galiza.

A Ecologia vai ser uma das iniciativas da associação transfronteiriça para este ano, que pretende criar uma Agência de Ecologia Urbana, capaz de fomentar o crescimento sustentável da euro-região.

Para este ano o Eixo Atlântico apostou também no fomento da mobilidade, através da elaboração de um plano de transportes inter-modal e ainda na criação de um sistema transfronteiriço de informação urbana.