Município de Torre de Moncorvo está a oferecer lenha à população

Qui, 17/11/2022 - 08:49


A iniciativa já não é nova mas este ano começa mais cedo, para ajudar os munícipes a fazer face ao aumento dos custos energéticos num inverno que se prevê rigoroso

“Devido aos diversos factores e ao tempo em que vivemos, um período pós-pandemia e de guerra, obviamente que isso trouxe o impacto da inflação às famílias. As previsões apontam para um inverno bastante frio e para um pico de inflação que fará a tonelada de lenha chegar aos 200 euros. Se pensarmos que estamos inseridos num território onde há bastantes problemas sociais, nomeadamente famílias carenciadas mas também um elevado número de idosos, este contributo efectivo visa fazer face ao aumento da electricidade, do preço da lenha e, também, das pellets que triplicou o preço”, explicou o presidente da câmara, Nuno Gonçalves.

Trata-se de lenha que ardeu nos incêndios no perímetro florestal da Serra do Reboredo e cada agregado poderá extrair 1500kg, que se fossem comprados poderiam chegar a custar à volta de 300 euros. Os grupos de risco, por pobreza ou exclusão social, terão ainda direito ao corte e ao transporte dessa lenha, se não tiverem viatura para o fazer.

Os restantes terão de fazer o corte e transporte, no local indicado pelo município e com a supervisão do gabinete técnico florestal.

As escolas e IPSS também terão direito a lenha gratuita, sendo que nestes casos a quantidade poderá ser maior.

“Obviamente que se consumirem mais vão ter mais também. Os 1500 kg são o ponto de partida”, referiu.

Estas extracções de lenha acontecem às quintas-feiras, até 27 de Abril, e os interessados devem dirigir-se ao Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo. 

Escrito por Onda Livre (CIR)