PUB.

Milhares nas ruas para ver inauguração da iluminação e chegada do Pai Natal em Bragança

PUB.

Seg, 02/12/2019 - 09:29


Foram ontem inauguradas as luzes e celebrada a chegada do Pai Natal a Bragança. 

O arranque de mais uma edição do Terra Natal e de Sonhos contou com milhares de pessoas nas ruas que não quiseram perder a inauguração da maior árvore de natal que a cidade já teve, com cerca de 16 metros de altura.

O desfile com duendes, ursos, renas e outras figuras encantadas que acompanham o Pai Natal fez as delícias de quem assistiu, em particular dos mais pequenos.

O homem bolacha e os outros “bonecos” estiveram entre os favoritos das crianças, para além claro do pai natal. “Vou ver a casa do pai natal”, conta uma das crianças entusiasmadas. Gabriel Silva de 7 anos também esteve na fila para ver o pai natal e pedir “sete coisas”, mas a prioridade é para o equipamento do Cristiano Ronaldo.

As diversões vão estar na Praça Camões durante mais de um mês mas muitos são aqueles que marcam presença no primeiro dia, e foram vários os sotaques que se ouviram pela cidade. Uma família de Zamora, Espanha, não quis faltar à inauguração da iluminação natalícia. “Viemos trazer as crianças a ver as actividades de natal, as crianças adoram e já é a terceira vez que vimos” ao Terra Natal e de Sonhos.

O presidente da câmara, Hernâni Dias, acredita que nesta sexta edição se alcançou a consolidação do evento. “Este ano na abertura da festa vimos perfeitamente a consolidação do evento, já com esta moldura humana que se associou a esta abertura. Acho que o evento ano a pós ano tem vindo a ganhar maior dimensão. Esta festa funciona muito bem e as pessoas aderem”, afirmou.

Até 6 de Janeiro, Bragança está transformada na Terra Natal e de Sonhos, também com o objectivo de dinamizar o centro histórico e o comércio tradicional. A Praça Camões é o epicentro da iniciativa, onde estão instaladas diversões como um comboio, uma mini roda, um carrossel, mas também uma pista de gelo com 300 m2, com uma fun track, a casa do Pai Natal e tasquinhas. Escrito por Brigantia.