PUB.

Interesse cultural do projecto Aldeias Pedagógicas da Azimute reconhecido pelo ministério

PUB.

Qua, 10/07/2019 - 10:05


O projecto Aldeias Pedagógicas da associação Azimute, com sede no concelho de Bragança, recebeu o reconhecimento de interesse cultural.

O selo atribuído pela tutela no âmbito do mecenato cultural permite usufruir dos benefícios fiscais e receber apoio de empresas, outras organizações ou pessoas particulares, como destaca João Cameira, presidente da Azimute.

“Empresas privadas que se queiram associar a este projecto, com um contributo financeiro, ao atribuírem essa verba financeira ela é completamente dedutível em IRS ou IRC, conforme o caso, no montante que assumirem. Acaba por ser um investimento, uma acção de responsabilidade social, e que é ao mesmo tempo uma mais-valia para o projecto e para esta iniciativa”, afirmou.

Para João Cameira, a atribuição do Mecenato Cultural ao projeto Aldeias Pedagógicas atesta a qualidade das acções do projeto e a sua relevância no desenvolvimento da cultura em Portugal e no Nordeste Transmontano, e espera conseguir agora outros apoios para desenvolver novas actividades.

“Permite-nos continuar com o nosso projecto, nomeadamente fazer algumas actividades que já temos estruturadas e pensadas que nunca avançaram porque não tínhamos os meios financeiros para isso”, acrescentou.

Aldeias Pedagógicas é um projeto de inovação social que promove o envelhecimento activo em comunidade, a intergeracionalidade e a revitalização de aldeias isoladas. Desenvolve-se actualmente nas localidades de Portela e Pinela no concelho de Bragança e Vale de Frades e Vilar Seco no concelho de Vimioso, municípios que apoiam o projecto. Escrito por Brigantia.

Foto: Azimute

Jornalista: 
Olga Telo Cordeiro