Gabinete de Estudos Nacional do PS reuniu em Bragança

Qui, 02/05/2019 - 09:21


Na passada terça-feira, reuniu, em Bragança, o Gabinete de Estudos Nacional do Partido Socialista sendo que o objectivo foi ouvir as ideias e medidas políticas propostas pelas pessoas da região para integrar no programa eleitoral do PS

O director deste gabinete, João Tiago Silveira, garante que os contributos recolhidos têm sido proveitosos e acolhidos. “Tem sido muito útil. Nós temos, neste momento, uma base de dados de sugestões e propostas muito rica. Vamos procurar corresponder às pessoas e dar-lhes feedback sobre o nosso programa, quando ele estiver feito. Tem sido muito produtivo, esta é a boa tradição do PS porque temos feito sempre estas discussões publicas e vamos continuar a fazer. Há aspectos aos quais não podemos falhar às pessoas e vamos continuar a ser fiéis ao que defendemos. Para lá disso há um conjunto de novas propostas que andamos à procura e é com estas reuniões que as vamos encontrar”.

Para já o gabinete não avança ainda medidas já definidas, mas João Tiago Silveira avança que a demografia será um dos assuntos que vai merecer a atenção dos socialistas. “Temos ido a muitos locais onde existem problemas semelhantes: Évora, Beja, Bragança, Guarda, Viseu, em todos esses locais nos têm assinalado esse problema. O PS, na governação, tem adoptado políticas muito significativas para combater esse fenómeno e dar boas condições de vida no interior. O trabalho não está terminado e temos ouvido muitas propostas nestas áreas em todas estas regiões. Ainda não é o momento de anunciar medidas porque estamos a construi-las com a ajuda de todas estas propostas”.

O presidente da Federação Distritral de Bragança do PS e deputado na Assembleia da República, Jorge Gomes, destaca a importância de o futuro programa eleitoral integre propostas das regiões e de fora de Lisboa. “O nosso programa é elaborado no terreno com a presença dos militantes e dos simpatizantes. A gente que quer vir aqui vem porque quer dar um contributo porque acha que é útil dar um contributo. O que espero, enquanto presidente da federação, é que tudo o que demos, do nosso conhecimento e interesse e que vemos que pode ser uma janela de oportunidade para que conste de um programa do governo, vamos tentar tudo”.

O trabalho estará concluído até 20 de Julho, altura em que será apresentado o programa eleitoral na convenção nacional do PS.

Escrito por Brigantia

Jornalista: 
Olga Telo Cordeiro