Futebol: Jogadores argentinos do Mirandês sem receber há oito meses alerta o presidente do Sindicato dos Jogadores

Sex, 10/04/2020 - 19:11


Os jogadores argentinos do Grupo Desportivo Mirandês não recebem há oito meses. A informação foi avançada hoje por Joaquim Evangelista numa entrevista à secção Tribuna do Jornal Expresso.

“Um grupo de 12 jogadores foi encaminhado meses antes destes problemas (na AD Oliveirense) para o GD Mirandês, sob o acordo informal, de que seria o Sr. Sebastian Diericx a pagar os seus salários durante esta época. Informalmente quem manda é ele, formalmente são jogadores profissionais do GD Mirandês, com contrato registado na FPF e não recebem há oito meses, embora alojamento e alimentação providenciada pelo clube não lhes falte, segundo nos informaram. No limite, quem terá de responder é também o GD Mirandês que foi conivente com tudo isto”, disse Evangelista ao Expresso.

O presidente do Sindicato dos Jogadores conta que são atletas que chegaram ao clube da A.F. Bragança através do também argentino Sebastian Diericx, dono e administrador da SAD da AD Oliveirense, que lhe foi declarada insolvente em Fevereiro passado e não paga desde Janeiro aos seus jogadores.

Contactado o presidente do Grupo Desportivo Mirandês, João Castro, ao Nordeste disse apenas que “o clube tem garantido o alojamento e a alimentação dos jogadores”, sem se alongar sobre o assunto.

Segundo apurámos, os jogadores terão pedido ajuda ao Sindicato de Jogadores numa altura em que a situação de incumprimento salarial se agravou com a paragem dos campeonatos, devido à Covid-19.

Os 12 jogadores argentinos chegaram ao G.D. Mirandês em Agosto de 2019 para competir na Divisão de Honra Repsol Gás.