Chuva de Novembro ainda não chega para estabilizar Barragem de Fontelonga

Sex, 25/11/2022 - 08:47


A chuva deste mês tem contribuído para aliviar a pressão sobre a barragem da Fontelonga, que abastece de água o concelho de Carrazeda de Ansiães

Ainda assim, isto não é suficiente para inverter a tendência de esvaziamento que a seca severa provocou. O presidente da câmara, João Gonçalves, salienta que o transporte de água do rio Tua, em camiões-cisterna, é o que mais tem contribuído para prolongar o tempo de vida útil da reserva de água. "O que se nota ultimamente, nomeadamente no último mês, é que continua a haver um abaixamento do volume da albufeira só que muito menor do que em Setembro. Estive a monitorizar esta semana e no último mês houve um abaixamento de seis mil metros cúbicos, o que é substancialmente menor que nos últimos meses. De qualquer maneira ainda não há aquilo que era desejável, que é um aumento do volume de água na albufeira".

O autarca prevê que a barragem só comece verdadeiramente a encher se continuar a chover, nos próximos tempos. "Penso que estas chuvas têm sido muito importantes, a seguir a um período tão severo de seca, principalmente para que alguns níveis freáticos vão sendo restabelecidos".

Para evitar mais perdas de água, a câmara assumiu a substituição da conduta entre a barragem e a vila. A obra deve estar concluída até ao final do ano. "Parte substancial da obra está terminada. Faltam alguns ajustes finais e, depois, o equipamento que vai permitir pô-la em funcionamento. Penos que no inicio do próximo ano podemos ter esta conduta a funcionar".

Só depois poderá ser construída uma ciclovia entre a vila e a zona das piscinas municipais descobertas, ao longo da estrada, que também será beneficiada.

Escrito por Rádio Ansiães (CIR)