PUB.

8 Estudantes sofrem intoxicação por monóxido de carbono em Bragança

PUB.

Sáb, 16/11/2019 - 11:56


Um aquecedor eléctrico de varetas e falta de renovação do ar terão estado na origem da intoxicação.

8 estudantes terão sofrido uma intoxicação por monóxido de carbono, esta manhã de sábado em Bragança. Os jovens, todos estrangeiros, serão estudantes no Instituto Politécnico de Bragança e dormiam no mesmo apartamento, quando duas das estudantes se sentiram mal e pediram ajuda pelo 112, como disse à Brigantia, Paulo Ferro, dos Bombeiros de Bragança. "O primeiro alerta veio para duas raparigas, com idades entre os 18 e os 20 anos, com sintomas de náuseas e vómitos, sem conhecermos que havia mais gente dentro da habitação, foram encaminhadas para o Hospital de Bragança. Fomos alertados pelo médico de urgência sobre a possibilidade de fazermos uma avaliação do ar no apartamento, onde encontrámos os restantes jovens, todos conscientes."

Depois de feita a medição dos valores do ar, segundo os Bombeiros de Bragança, este apresentava um índice de monóxido de carbono superior a 100 partes por milhão, o que é muito elevado para a saúde humana.

Os estudantes acabaram por ser todos transportados para o Hospital de Bragança por precaução, apresentando alguns sintomas de intoxicação, ainda que ligeiros.

Um aquecedor eléctrico de varetas e a falta de renovação de ar no apartamento, estarão na origem da intoxicação.

Os 8 jovens permanecem no hospital em observação.