Covid-19: 27 novos casos no distrito

Sex, 16/10/2020 - 09:15


O relatório das autoridades de saúde, que reporta a situação epidemiológica do novo coronavírus, até meio da tarde desta quinta-feira, além do óbito do utente da Santa Casa da Misericórdia de Bragança, dava conta de mais 27 casos de infeção e de mais sete pacientes recuperados

O concelho brigantino continua a ser o mais atingido. Desta vez foram registados mais 9 casos positivos, nas últimas 24 horas. Já o concelho de Mogadouro registou mais 8 infetados, todos relacionados com uma vindima em Vilarinho dos Galegos. Vinhais regista mais três casos positivos, enquanto Macedo de Cavaleiros, Vila Flor e Mirandela têm mais dois casos ativos. Em Mirandela, são mais dois casos registados em profissionais de saúde do hospital local. O outro caso positivo foi em Alfândega da Fé.

Entretanto, há mais 7 pessoas que recuperaram da doença. 2 em Bragança e Vinhais. Enquanto Freixo de Espada à Cinta, Vimioso e Mirandela têm mais um recuperado, neste caso na freguesia de Aguieiras, números que constam do relatório.

No entanto, ao que apuramos, os restantes três pacientes que ainda restavam ativos nas Aguieiras já testaram negativo e vão ser dados como curados pelas autoridades de saúde, o que equivale a dizer que 46 dias depois do primeiro caso registado naquela freguesia do concelho de Mirandela (que chegou a ter um total de cerca de duas dezenas de infetados), estão já todos recuperados. Sendo assim, e já acrescentando ao relatório oficial os casos recuperados nas Aguieiras, Mirandela tem agora 17 pacientes ainda com a doença ativa.

Contas feitas, até ao momento, o distrito de Bragança já viu serem confirmados 1117 casos do novo coronavírus. Recuperaram 575. Há 43 mortes a lamentar e restam ainda no distrito 499 pacientes por curar.

O concelho de Bragança tem 345 casos ativos. O concelho de Mogadouro é agora o segundo mais afetado com 29 casos ativos. Segue-se Vimioso com 28. Macedo de Cavaleiros regista ainda 22 casos. Freixo de Espada à Cinta 18. Mirandela 17. Vila Flor e Alfândega da Fé somam 10 casos cada. Vinhais 8. Torre de Moncorvo 7, enquanto Carrazeda de Ansiães e Miranda do Douro têm apenas 1 caso ainda ativo. Os restantes três casos são importados de Lisboa, Ponte de Lima e Madrid (Espanha).

As autoridades de saúde têm ainda sob vigilância ativa mais de 600 pessoas.

Escrito por Terra Quente (CIR)