António Costa anuncia novas medidas: está proibida a circulação entre concelhos nos próximos feriados

Sáb, 21/11/2020 - 20:14


O Primeiro-Ministro, António Costa, anunciou, hoje, as medidas a aplicar para o novo estado de emergência, renovado sexta-feira

A circulação entre concelhos está limitada, das 23 horas do dia 27 de Novembro e até às 5 horas do dia 2 de Dezembro, e entre as 24 horas do dia 4 de Dezembro e as 5 horas do dia 9 de Dezembro, salvo as excepções já aplicadas durante o fim-de-semana de finados.

No dia anterior aos feriados que se aproximam, ou seja, dia 30 deste mês e dia 7 de Dezembro, as escolas estarão encerradas. Nestes dias, os funcionários públicos têm tolerância de ponto e é recomendado às empresas privadas que dispensem os trabalhadores.

António Costa disse ainda que é obrigatório o uso de máscara no local de trabalho, salvo situações onde seja possível manter a distância.

O Primeiro-Ministro anunciou ainda quatro níveis de risco para diferenciar as medidas a aplicar entre concelhos, consoante o número de casos de infecção.

Até agora, as medidas eram aplicadas a todos os municípios com mais de 240 casos por 100 mil habitantes, registados nos 14 dias anteriores.

Neste momento há um escalão de risco extremamente elevado, em concelhos com mais de 960 casos por 100 mil habitantes, e um de risco muito elevado, com 480 a 960 casos por 100 mil habitantes. Nestes está proibida a circulação na via pública e encerramento de estabelecimentos comerciais entre as 13 horas e as 5 horas nos fins-de-semana e feriados de 1 e 8 de Dezembro, assim como o encerramento dos estabelecimentos comerciais, a partir das 15 horas, a 30 de Novembro e 7 de Dezembro.

Há um terceiro escalão, de risco elevado, com mais de 240 e menos de 480 casos por 100 mil habitantes, e um quarto, de risco moderado, em concelhos com menos de 240 casos por 100 mil habitantes. Nestes mantêm-se a proibição de circulação na via pública entre as 23 e as 5 horas. Decorrerão acções de fiscalização do cumprimento de teletrabalho obrigatório e mantêm-se os horários de encerramento do estabelecimentos comerciais às 22 horas e dos restaurantes e equipamentos culturais às 22 horas 30 minutos.

Os concelhos de Vila Flor e de Carrazeda de Ansiães estão entre os 17 que saíram da lista de risco elevado. No distrito, em risco extremamente elevado estão apenas os concelho de Alfândega da Fé e Freixo de Espada à Cinta. Os concelhos de Bragança, Macedo de Cavaleiros, Mirandela, Torre de Moncorvo e Mogadouro estão em risco muito elevado. Os de Vinhais, Vimioso e Miranda do Douro estão em risco elevado. Em risco moderado está apenas o de Vila Flor e Carrazeda de Ansiães.

Escrito por Brigantia

Jornalista: 
Carina Alves