Notícias

É mais um caso de burla na região. Um idoso de 75 anos foi assaltado ontem de manhã, em Macedo de Cavaleiros, bem no centro da cidade, levaram-lhe 10 mil euros. Ao que parece o idoso, natural de Gradíssimo e agricultor de profissão, tinha sido confrontado na véspera por dois indivíduos, num café de Macedo, para vender azeite.
O presidente da câmara de Bragança desafia o Governo a isentar as empresas do interior do pagamento de IRC durante 10 anos e descer o IRS para metade do valor. Um repto lançado ontem à noite numa gala de homenagem às empresas do concelho, integrada nas comemorações dos 544 anos da cidade de Bragança.
Foi adiado para data incerta o julgamento do processo do sino da igreja de Pegarinhos, em Alijó. O caso opõe um médico à maioria dos cerca de 600 habitantes da aldeia por causa do ruído do sino e da aparelhagem da igreja.
O Instituto Politécnico de Bragança pode vir a fazer parte de uma grande instituição de ensino superior politécnico a nível regional. Os Institutos Politécnicos do Norte do país estão a reunir esforços para a constituição de um consórcio, que na prática representa uma escola com cerca de 30 mil alunos e 1500 professores.
 Aí está o primeiro dicionário ilustrado de mirandês. Intitula-se “Las mies purmeiras palabras an mirandes” e surge para comemorar o dia internacional da língua materna que hoje se assinala. A iniciativa parte do centro de estudos António Maria Mourinho, em Miranda do Douro, em colaboração com os professores da segunda língua oficial de Portugal.
Bragança e Vila Real são os dois concelhos transmontanos com melhor qualidade de vida. É a conclusão do Observatório para o Desenvolvimento Económico e Social da Universidade da Beira Interior, que analisou 278 municípios de Portugal Continental. Quanto mais industrializados são os municípios, melhor é a qualidade de vida. Bragança e Vila Real aparecem depois do centésimo lugar.
  O presidente da câmara de Torre de Moncorvo acusa a ARS Norte de negligência na constituição de unidades de saúde familiar. Aires Ferreira considera mesmo que o protocolo assinado em Abril do ano passado está a ser desrespeitado até porque a ambulância de suporte básico de vida, instalada na vila desde sexta-feira, só está a funcionar da meia-noite às oito da manhã.
2007 foi o ano em que se registou o mais baixo número de partos no distrito de Bragança. Segundo dados da sub-região de saúde de Bragança, no ano passado nasceram 835 bebés, mas um terço dos partos ocorreu fora da região. Em 2007, foram ainda realizadas 34 interrupções voluntárias da gravidez, desde que entrou em vigor a nova lei.
Os deputados do PSD por Bragança solicitaram à Ministra da Saúde a reabertura nocturna dos Serviços de Atendimento Permanente dos concelhos do sul do distrito, bem como da maternidade de Mirandela. Adão Silva e Olímpia Candeias escreveram à ministra na sequência do parto ocorrido numa ambulância dos bombeiros de Carrazeda de Ansiães, dia sete deste mês, a caminho da maternidade de Vila Real.