Notícias

Construir um forno solar ou um carro ecológico são algumas das actividades que o Centro Ciência Viva de Bragança oferece aos mais novos para ocuparem as férias de uma forma diferente. Até 15 de Setembro o Centro Ciência Viva de Bragança vai acolher as oficinas “Ciência Viva no Verão”.  
O tipo de avião já está escolhido, mas ainda não há uma decisão definitiva para as viagens aéreas entre Bragança e Paris, este verão. A Aeronorte, a empresa de aviação que assegura a carreira aérea regional Bragança/Vila Real/Lisboa, anunciou em Abril que a transportadora poderia vir a efectuar a ligação entre Trás-os-Montes e França durante este verão. No entanto, ainda não há qualquer decisão tomada nesse sentido.  
A Linha do Tua só vai encerrar por causa da construção de uma barragem junto à foz do rio, entre os concelhos de Carrazeda de Ansiães e Alijó. Fica portanto afastado o fecho por questões de rentabilidade ou falta de segurança.  
Encontrar soluções para responder aos desafios da concorrência foi o principal objectivo de uma sessão de trabalho que decorreu ontem no NERBA, em Bragança, com empresas de Trás-os-Montes e Alto Douro. A iniciativa partiu do IAPMEI, Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e participaram cerca de 40 firmas dos distritos de Bragança e Vila Real.  
Diariamente um grupo de 24 jovens percorre em bicicleta os trilhos das Arribas do Douro, em Miranda do Douro, para vigiar possíveis focos de incêndio e ao mesmo tempo sensibilizar as populações para esta problemática.  
O Instituto Politécnico de Bragança assinou ontem um protocolo de cooperação com a Fundação Cartif, um centro tecnológico espanhol, onde se desenvolvem projectos de investigação, inovação e de apoio às empresas.  
Começa hoje a sexta edição da TerraFlor que decorre até domingo.O azeite e os produtos hortícolas do vale da Vilariça voltam a ser os protagonistas. 
A GNR está a investigar a origem de três incêndios em Vinhais que se suspeita que tenha tido mão criminosa. Segundo o Jornal Nordeste, a GNR de Vinhais já registou três alerta de fogo posto desde Maio, quando se iniciou a época de fogos florestais. 
O presidente da administração do Metro de Mirandela acredita que a CP e a REFER estão a encetar todos os esforços para que a linha ferroviária do Tua não encerre. Esta convicção de José Silvano assenta nos constantes investimentos que aquelas duas empresas continuam a efectuar para a consolidação e manutenção da linha.