Notícias

A Câmara Municipal de Torre de Moncorvo e a Associação Comercial e Industrial local avançaram com uma candidatura de 3,3 milhões de euros para dar uma nova cara ao centro histórico. Segundo o autarca, Aires Ferreira, o projecto “Viver-Moncorvo” visa melhorar o aspecto da sala de visitas da sede de concelho e dotá-la de mais atractivos museológicos.
Este ano o Instituto Politécnico de Bragança deverá contar com o maior orçamento de sempre da instituição. É o resultado directo da entrada de alunos que segundo as perspectivas do presidente deverá ser a maior de sempre. Ao todo, neste ano lectivo, o IPB deverá ter matriculados 6200 alunos.
Para prevenir os incêndios do Verão, uma equipa de sapadores florestais vai percorrer durante todo o ano uma pequena área do Parque Natural de Montesinho, fazendo trabalho de vigilância e limpeza. Trata-se de um projecto do Conselho Directivo dos Baldios da aldeia de Montesinho que viu ser aprovada uma candidatura ao Programa Nacional de Sapadores Florestais.    
Com a aproximação de mais um Inverno o povo de Ifanes, em Miranda do Douro, está preocupado com a conservação da igreja local.   O templo, datado do século XVII, entrou em obras há já seis anos, no entanto, devido a alguns erros cometidos durante os trabalhos, o ainda IPPAR decidiu embargar a obra.   Desde então a população espera uma solução para este espaço de culto que foi completamente alterado e continua com uma cobertura provisória de chapa assente em pilares de metal.
Numa iniciativa inovadora, a Rádio Brigantia junta aos conteúdos radiofónicos, o poder da imagem...
No passado dia 15 de Agosto a Juvebombeiro de Bragança, organizou a Iª Corrida de Carrinhos de Pau e Rolamentos, em Alfaião.
A partir de Janeiro, a carreira aérea regional Bragança/Vila Real/ Lisboa vai ter uma nova operadora. O INAC, Instituto Nacional de Aviação Civil, decidiu ontem eliminar a candidatura da Aeronorte, a empresa que actualmente assegura a ligação, do concurso público que está a decorrer para a exploração do serviço.  
A população de quatro aldeias do concelho de Vinhais ameaça não pagar a factura da água. Tudo porque a qualidade do abastecimento público não está a ser garantido. Agrochão, Ervedosa, Rebordelo e Vale das Fontes são as localidades afectadas. Nos últimos dias, a água apresenta mau aspecto e não pode ser utilizada para as necessidades diárias.
O adiamento do início da construção da barragem do Tua para 2010 vai dar mais tempo aos autarcas dos cinco concelhos abrangidos para prepararem melhor um caderno reivindicativo para apresentar à EDP. Os presidentes das Câmaras de Alijó, Carrazeda de Ansiães, Mirandela, Murça e Vila Flor reuniram, em Alijó, para continuarem a definir a sua estratégia reivindicativa, de modo a poderem obter da EDP compensações justas para a região.