Secretário de Estado Adjunto do Comércio esteve na Feira da Alheira

Seg, 12/03/2018 - 11:44


Um certame que teve como palco o Parque do Império, numa das zonas mais bonitas da cidade de Mirandela. No entanto, o tempo não foi favorável e acabou por prejudicar o negócio dos expositores. 

O Secretário de Estado Adjunto do Comércio, Paulo Ferreira esteve em Mirandela, na Feira da Alheira, uma edição que teve dois momentos de certame, nos dois fins-de-semana passados. Paulo Ferreira ficou muito impressionado com o que viu e destacou que os negócios no terreno estão a correr da melhor forma.

“Fiquei com a imagem que os negócios estão a correr bem no terreno. Os produtos tradicionais de Mirandela e Trás-os-Montes aqui representados estão a mostrar aceitação por parte do público. A actividade económica está a acontecer no terreno e a decorrer de forma muito positiva. Fiquei muito impressionado com a feira, mesmo com o tempo a não ajudar. Há muitas pessoas a visitar a Feira é que é bom sinal. Gostei muito e fiquei muito impressionado com o que vi” disse o Secretário de Estado Adjunto do Comércio, Paulo Ferreira.

Na visita destacou a importância de reinventar os produtos tradicionais de uma forma inovadora facto que foi visível com a feira. A acompanhar a visita, estava Júlia Rodrigues, presidente da Câmara de Mirandela que manifestou o impacto que as condições climatéricas, como a chuva, tem no número de visitantes. Na sua opinião, apesar da chuva, a Feira da Alheira acabou por ter muitos visitantes.

“As condições climatéricas têm impacto no número de visitantes, mas de qualquer forma, temos tido nos dois fins-de-semana muitos visitantes. No contacto que tive com os feirantes tenho um feedback que é necessária a água e a chuva, sendo ela tão precisa”, referiu Júlia Rodrigues.

O certame contou com 75 expositores, entre produtores regionais de alheiras e enchidos e outros produtos regionais, como doces, artesanato entre muitos outros.
No entanto, a opinião geral dos expositores é que a chuva acabou por prejudicar o negócio que esteve muito fraco.

Cândida Meireles disse que a “feira esteve muito fraca por causa do tempo que não esteve muito bom. A presença da televisão, nomeadamente da TVI, atrai muitas pessoas”, facto que este ano não se registou.
Maria Laura fez um balanço negativo nos dois fins-de-semana por causa da chuva.
Olívia Ludovino referiu que no fim-de-semana passado teve muitas mais visitas, porque o tempo acabou por melhorar um pouco e o negócio esteve um pouco melhor. No fim-de-semana passado de 3 a 4 de Março os autocarros passavam e já não paravam.
Pedro Caldeira destacou que existem bastantes pessoas a visitar e é um certame bem divulgado para Mirandela. A chuva estragou um bocadinho, mas ainda há resistentes.

Já alguns visitantes da feira, destacaram o melhor da feira que são os produtos regionais, onde a alheira é Rainha.

Conceição Alves, natural de Trás-os-Montes é emigrante em França e vem todos os anos à Feira da Alheira pois gosta muito de visitar o certame. Este ano trouxe a família para dar a provar os melhores produtos da região transmontana.
Belmiro Pereira, de Vale de Salgueiro apesar da chuva também visita sempre a feira e destacou que correu bem nos dois fins-de-semana e é uma mais-valia para Mirandela.
João Agostinho, de Mirandela, destacou que a feira da Alheira é sempre uma oportunidade para conhecer melhor os produtos regionais. A alheira que é uma das 7 maravilhas da gastronomia portuguesa e os enchidos.

A edição de 2018 da Feira da Alheira, foi dividida em dois fins-de-semana.
Escrito: Brigantia