PSP de Mirandela doa bens alimentares angariados nas comemorações dos 67 anos a Salesianos

Qua, 08/02/2017 - 10:00


A PSP de Mirandela entregou uma quantidade assinalável de bens alimentares à Fundação Salesiana para distribuir pelos menores que são acolhidos por aquela instituição, no âmbito do sistema de promoção e protecção. Os bens alimentares foram angariados durante uma caminhada solidária, promovida pela PSP local, em que os participantes entregavam os alimentos como inscrição simbólica.  

Esta foi uma das iniciativas integradas nas comemorações dos 67 anos da esquadra da PSP de Mirandela, que incluiu ainda a realização de um exercício tático/policial, como refere o Chefe Principal Martins, comandante em substituição da PSP de Mirandela.

“Como este ano fizemos 67 anos decidimos fazer algo diferente, optámos por demonstrar à população de Mirandela um exercício tático policial com uma intervenção de alto risco, para mostrar que a PSP de Mirandela está preparada para fazer face a situações deste cariz. E fizemos ainda uma caminhada solidária com a angariação de bens a favor da comunidade dos Salesianos”, esclareceu.

O Padre Paulo Pinto, diretor da Fundação salesiana, ficou naturalmente agradado com a solidariedade da PSP, que, em seu entender, acaba por ser um gesto que pode sensibilizar a sociedade civil, para a importância na ajuda a estas cerca de duas dezenas de crianças jovens que estão alojadas na casa de acolhimento salesiana de Mirandela.

“Para além da sensibilização para uma área, que porventura socialmente não estamos muito despertos, a atenção a menores que estão acolhidos, temos também a componente económica da instituição, uma vez que os bens revertem a favor das 22 crianças acolhidas e das suas famílias que revelam mais fragilidade financeira”, explicou.

Uma forma diferente de comemorar mais um aniversário. A PSP de Mirandela realizou uma caminhada solidária, angariando bens alimentares que entregou à fundação salesiana.

Realizou ainda um exercício que incluiu vários meios operacionais numa situação simulada de furto a um estabelecimento comercial, com fuga dos assaltantes, sequestro de uma vítima e suspeita de explosivos. Escrito por rádio Terra Quente (CIR).

Foto: Município de Mirandela