Portugal terminou preparação no distrito de Bragança com uma derrota (5-1)

Qui, 11/01/2018 - 11:33


A Selecção Nacional de Futsal sub-18 perdeu, ontem, em Vila Flor por 5-1 com a Espanha. Foi o segundo jogo de preparação entre as duas selecções no distrito, depois do empate a três bolas em Bragança. 

A equipa das quinas teve algumas oportunidades de golo, mas a formação espanhola mostrou-se mais eficaz na finalização.
José Luís Mendes, seleccionador nacional, lamenta o resultado e os erros cometidos pelos seus jogadores.
“Cometemos demasiados erros defensivos que a Espanha soube aproveitar. Foi uma vencedora justa, pois foi superior à nossa equipa durante grande parte do jogo".
No balanço final dos dois encontros realizados no distrito de Bragança, o técnico nacional considera que foram dois encontros competitivos na preparação da equipa para o apuramento do Europeu de Futsal sub-19.
“Os dois jogos com a Espanha serviram para preparar o apuramento para o próximo Campeonato da Europa sub-19. Infelizmente, não fomos tão competentes como é nosso costume, daí o resultado desnivelado do segundo jogo. Vamos tirar daqui ilações importantes para os estágios que iremos realizar no futuro". 
Derrota por 5-1 foi o resultado de Portugal com a Espanha no jogo realizado ontem em Vila Flor. O único golo de Portugal foi apontado por Izaquel Té, que já tinha marcado no encontro em Bragança que terminou com um empate a três.
Trazer os jogos das selecções nacionais para o interior é “uma forma de descentralizar os eventos e de promover as equipas nacionais e o futsal”, destacou Pedro Dias, director da Federação Portuguesa de Futebol.
Também António Ramos, presidente da Associação de Futebol de Bragança, reitera a aposta na “descentralização dos eventos”.
Esta não foi a primeira vez que as selecções nacionais de futsal realizaram jogos no distrito de Bragança. Em 2015 a selecção sub-21 fez dois particulares com Andorra, em Bragança e Macedo de Cavaleiros, e a selecção A realizou dois jogos de preparação com o Kuwait.

 

 

 

 

Jornalista: 
Susana Madureira / Foto de Guilherme Moutinho