Jorge Gomes ganhou as eleições para presidente da Federação Distrital do PS

Seg, 12/03/2018 - 09:46


Jorge Gomes ganhou as eleições para presidente da Federação Distrital de Bragança do Partido Socialista, com cerca de 70% dos votos. 

Jorge Gomes, antigo secretário de Estado da Administração Interna e que já desempenhou a função de presidente da Federação, ganhou a Carlos Guerra com 624 votos. O candidato da lista B, Carlos Guerra, obteve 267 votos, num universo total de 902 votantes. Nestas eleições houve 7 votos em branco e 4 nulos.
Jorge Gomes, no final da noite destacou que esta vitória de cerca de 70%, é uma vitória dos militantes.

“Foi dada voz aos militantes que decidiram que eu devia ser presidente da Federação. Esta vitória anima-me e satisfaz-me, assim como ao Partido Socialista. É um motivo que anima aquilo que os outros da lista B não gostam. A lista B  era dona da razão e da unidade, mas a unidade está nos 70 %, não nos 30%”, disse vitorioso Jorge Gomes.

Apesar de satisfeito, ainda esperava resultados melhores.

“Eu esperava 71 %. Mas isto demonstra bem o estado em que o partido esteve e a vontade que os militantes têm em mudar a situação do partido. Neste sentido, vamos trabalhar com todos os militantes. A disputa eleitoral terminou agora e quem quer estar no partido socialista de boa-fé e para trabalhar pelo distrito está comigo. Não é hora de desunião, mas se for necessário é hora de ruptura”, frisou Jorge Gomes.

Jorge Gomes criticou a antiga política do presidente da federação Carlos Guerra.

“O partido não estava desunido, o partido não existia e estava totalmente desorganizado e o seu dirigente não era reconhecido por ninguém” disse Jorge Gomes, na sexta-feira passada.

Carlos Guerra não esteve presente na sede do Partido Socialista, na noite de sexta-feira, mas contactado, congratulou o novo presidente.

“Felicito a lista ganhadora pelo expressivo resultado que teve no distrito e desejo tudo corra bem e que o partido socialista continue a crescer”, disse Carlos Guerra.

O Departamento de Mulheres Socialistas também se encontrava a votos. Sandra Valdemar, ganhou a Berta Nunes e renova o mandato. Pretende dar continuidade ao trabalho já realizado.

“Vou dar continuidade ao trabalho tentando chamar mais mulheres ao partido e mulheres mais activas” referiu Sandra Valdemar.

Na secção de Bragança, a lista A, encabeçada por Sandra Valdemar teve 63 votos, contra 43, com 2 votos em branco e o mesmo número para os nulos. 

Escrito: Brigantia