Já não há gado bovino em aldeias do concelho de Bragança

Sex, 09/03/2018 - 10:47


A Rádio Brigantia visitou as aldeias de Aveleda, Vale de Lamas e São Julião do concelho de Bragança à procura de criadores de gado bovino. Não encontrámos! 

Já não existe gado bovino nas aldeias de Aveleda, Vale de Lamas e São Julião, do concelho de Bragança. Os habitantes das três aldeias deixaram a actividade de criação de gado porque vão envelhecendo e já se sentem com incapacidade física para manter a actividade.
Na aldeia de Aveleda, do concelho de Bragança já não existem vacas, como contou José Correia. 

“Na aldeia já não há vaca nenhuma. Antigamente, havia cerca de 50 exemplares. Deixei a actividade porque estou a ficar para velho e já não consigo tratar delas. Os meus filhos não querem saber disso e por isso deixei tudo. Tive um cavalo, vacas e agora só tenho a burra” José Correia, de 73 anos. Na aldeia chegaram a existir cerca de 40 juntas entre vacas turinas e reprodutoras, contou o habitante da aldeia.

Já em Vale de Lamas, Rui Balesteiro, teve uma vacaria, durante 10 anos, com 40 vacas produtoras mas deixou actividade por diversas razões como explicou “O leite cada vez era menos valorizado e os custos de produção eram maiores. Eu fui ficando mais velho e a idade foi avançando e eu sentia-me cansado e tive que deixar a actividade”.

Em São Julião, Américo Cortinhas é agricultor. Contou que em tempos existiram cerca de 200 crias: “Ui!!! Antigamente havia muitas crias aqui, cerca de 200 crias, raro era o vizinho que tinha vacas. Não lhe posso indicar qual foi o último habitante da aldeia que teve gado bovino”.

Joaquina Lopes foi a última habitante da aldeia a vender as suas vacas e confirma a informação de que antigamente todas as casas tinham juntas de vacas: “Todas as casas tinham juntas ou uma junta ou duas. O meu marido tinha três juntas.”

Escrito:Brigantia