G.D.Moncorvo não vai competir em seniores pela primeira vez em 51 anos

Qui, 13/09/2018 - 16:47


O Grupo Desportivo de Moncorvo não vai participar no Campeonato da Divisão de Honra Repsol Gás da A.F. Bragança.

Será a primeira vez em 51 anos de história do clube que o Moncorvo não vai competir em seniores masculinos.

A informação foi confirmada por Sílvio Carvalho, director técnico regional da A.F. Bragança.

“Em Torre de Moncorvo a temporada passada tivemos duas equipas e esta não vamos ter nenhuma. Fomos surpreendidos, esta quinta-feira, com a informação que nos chegou do Grupo Desportivo de Moncorvo a informar que não vai competir em seniores”.

Contactado o presidente do G.D.Moncorvo, Alfredo Pinto, confirmou a informação. O dirigente justificou a decisão com os “graves problemas financeiros que o clube enfrenta”.

O Moncorvo tem um passivo de cerca de 120 mil euros, sendo que no início deste ano rondava os 170 mil.

Alfredo Pinto, que assumiu a presidência do clube em Janeiro deste ano, conseguiu até à data amortizar cerca de 50 mil euros relativos a dívidas a jogadores, funcionários e treinadores.

Segundo o presidente “foram pagos os salários em atraso a dois funcionários e negociada a rescisão”, mas ainda há dívidas a fornecedores e risco de insolvência do clube.

A direcção do Moncorvo está “a trabalhar para reerguer o clube”, mas segundo Alfredo Pinto “o buraco financeiro é grande”.

Sem jogadores do concelho e sem dinheiro para contratar atletas de fora, a direcção decidiu, por isso, não competir em seniores, virando todas as atenções para a formação.

Alfredo Pinto garantiu que o clube vai competir “em todos os escalões de formação” e que agora o fundamental é “não deixar morrer o Moncorvo”, por isso a direcção prefere “recuar e ganhar forças e balanço para um futuro melhor”.

No concelho de Torre de Moncorvo, além do GDM também o GD Mós não vai participar no campeonato distrital.

 

 

Jornalista: 
Susana Madureira