"É necessário haver equidade e transparência na atribuição de verbas"

Qua, 13/06/2018 - 11:23


A autarquia de Mirandela está a fazer uma avaliação da última temporada desportiva dos clubes e associações do concelho e a fazer um levantamento das necessidades para a próxima época.

Segundo Orlando Pires, vereador do desporto, o executivo “quer saber de que forma está a ser investido o apoio financeiro dado pelo município”.

Orlando Pires recordou que os custos da câmara municipal com os clubes “não se restringem ao subsídio anual”, que no total ronda os 500 mil euros. Há ainda as despesas indirectas “como o apoio logístico e recursos humanos”.

Para o vereador é necessário haver “equidade e transparência” na atribuição de verbas e avaliar bem as necessidades dos clubes tendo em contam aspectos como competições em que participam, se são de cariz nacional ou distrital, e número de atletas.  

Este ano, a verba atribuída às colectividades do concelho de Mirandela foi reduzida significativamente. Recordamos que o município fez um o corte de dez por cento em relação ao valor que foi atribuído em 2017.

 

 

Jornalista: 
SM