Deputados do BE na Assembleia da República questionam medidas para os produtores da castanha

Qua, 14/03/2018 - 09:47


Os deputados do Bloco de Esquerda na Assembleia da República Carlos Matias e Pedro Soares questionaram o Ministério da Agricultura sobre as medidas que vão ser tomadas para ajudar os produtores de castanha de Trás-os-Montes que ficaram com avultados prejuízos na sua produção com a queda de neve e com o gelo, no final de Fevereiro.

Pedro Soares lembrou a importância da produção da castanha para a economia local, considerando ser esta uma fileira que ajuda a população a fixar-se no interior do país, daí que considere que deverá haver medidas compensatórias para os produtores.

“Todos sabemos que a produção de castanha na região é essencialmente essencial em termos de recursos económicos. Há muitas famílias em que os rendimentos provenientes da castanha são essenciais. Para toda a região, a castanha tem um papel económico muito importante. Perante a situação que foi criada devido à intempérie, é muito importante que o governo pudesse definir meios de compensação relativamente aos prejuízos que existiram, relativos já a este ano. É sobretudo a necessidade de garantir que no próximo ano estão garantidas as condições para que haja produção com quantidade e qualidade”  frisou Pedro Soares.

Entretanto na passada sexta-feira o Bloco de Esquerda apresentou na Assembleia da República um projecto de resolução que foi aprovado, e que prevê que sejam criadas medidas para a valorização do sector da castanha com acções que visem o combate e prevenção de doenças dos castanheiros e dos soutos e ainda na valorização do produto com campanhas de sensibilização sobre os valores nutricionais da castanha.

“Espero que sejam tomadas uma série de medidas mais estruturais, tanto à renovação dos castanheiros tanto ao combate aos problemas fitossanitários, como à organização da própria fileira da castanha. Relativamente ao consumo, é necessário tomar medidas para que seja divulgado e apresentado, o mais amplamente possível, as qualidades nutricionais da castanha, as suas potencialidades gastronómicas e incentivar o consumo deste fruto seco”, disse Pedro Soares.

O Grupo Parlamentar do Bloco de esquerda questionou o ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural sobre as medidas que vão ser tomadas para compensar as perdas dos produtores de castanha, tanto devido à seca do Outono como agravadas agora com a queda de neve e gelo.
Escrito por: Universidade FM (CIR)