Depois da tempestade a bonança chegou ao FC Vinhais

Qua, 05/12/2018 - 10:47


Depois de um início de campeonato complicado, o FC Vinhais parece ter encontrado o caminho das vitórias.

A formação treinada por Carlos Garcia soma três triunfos consecutivos, a última foi conseguida no passado domingo frente aos Estudantes Africanos por 1-3.

No entanto, a boa fase que atravessa o grupo não traz euforias e o técnico recorda as dificuldades sentidas no arranque da competição, face à saída de vários jogadores da temporada passada. “Perdemos oito jogadores titulares. Houvesse o que houvesse tinha sempre mais opções”.

O plantel é formado por jogadores bastante jovens salpicado com a experiência de atletas como Nuno Fernandes, Márcio, Rui e Paulinho. Para Carlos Garcia a aposta na prata da casa é o caminho a seguir até porque financeiramente o clube não tem capacidade gastos maiores. “O FC vinhais terá que continuar assim até porque a situação financeira do clube penso que não é a melhor. Temos jogadores com qualidade mas isso não chega, tem que haver mais entrosamento para que a época corra bem”.

Sobre o campeonato o treinador diz estar “mais competitivo” numa época em que há “um número excessivo de estrangeiros nas equipas”. “Eu não tenho nada contra os jogadores estrangeiros mas as equipas estão a dar pouca atenção aos ditos jogadores da terra. Nós, em Vinhais, mantemos a aposta na prata da casa”.

Na taça distrital o FC Vinhais tem pela frente o Carção nos quartos-de-final. A formação da capital do fumeiro é a detentora do troféu. Carlos Garcia encara a eliminatória com confiança e diz que a passagem à fase seguinte “só depende da forma como os jogadores vão enfrentar o jogo”.

Antes da taça distrital há dérbi concelhio na jornada 8 da Divisão de Honra Repsol Gás. No próximo sábado, dia 8,  o FC Vinhais recebe o Rebordelo.

 

 

Jornalista: 
Susana Madureira