PUB.

Caretos e festas de inverno são tema para o SM'ARTE que começa hoje a pintar Bragança

PUB.

Qua, 12/06/2019 - 09:15


Começa já hoje, em Bragança, o SM’ARTE – Festival de Street Art, com a promessa de trazer novas cores a diversos locais da cidade. De entre os 14 artistas responsáveis pelas intervenções, destacam-se Frederico Draw, do Porto, o espanhol Cain Ferreras, Lucky Hell, de Bragança, e Trip Dtos, de Vila Flor

As intervenções terão como tema os Caretos e “Festas e Rituais de Inverno de Bragança”, dando outra cara a fachadas de prédios e muros, um posto de transformação da EDP e vários “armários” de energia em ruas do centro histórico. Segundo o presidente do município, Hernâni Dias, a iniciativa que vai na quarta edição, é para manter apesar de se tornar cada vez mais complicado conseguir telas para as pinturas. "É uma iniciativa que pretendemos continuar. Começamos a ter alguma dificuldade já na selecção dos espaços e alguns deles são privados, para os quais temos pedido intervenção para intervir. Começa a ficar um bocadinho mais complicado fazer determinado tipo de intervenções porque há artistas que precisam de espaços grandes o que para nós se torna mais difícil".

À semelhança de anos anteriores, as escolas foram também desafiadas a preparar intervenções. Mas uma das novidades nesta edição será a participação de dez artistas de diferentes áreas residentes na cidade que vão formar o colectivo “Conexões”. "Há aqui uma vontade dos artistas locais se envolverem. Este ano, pela primeira vez, vamos ter um conjunto de dez artistas a fazer um trabalho conjunto para além daquilo que já tem vindo a acontecer, em anos anteriores, nomeadamente ao nível das escolas. Este ano associamos à iniciativa a parte desportiva, com o street basket, o teatro, com a estreia de uma peça subordinada às alterações climáticas. Esta diversidade de iniciativas vai chamar mais gente".

Ao longo das três edições anteriores, as paredes da cidade ganharam 40 intervenções de street art e Bragança integra, desde o ano passado, a plataforma mundial de arte urbana: streetartcities.com.

Para além de pintura urbana e escultura, haverá também um mercado de usados e street food, entre sexta e domingo, bem como teatro, dança e desporto de rua.

Escrito por Brigantia

Jornalista: 
Olga Telo Cordeiro